quinta-feira, 17 de maio de 2012

Lei institui semana de doação de leite materno no estado

Sob o marco da mobilização para criação do Dia Internacional de Doação de Leite Materno, proposta formulada por 23 países da América Latina, Caribe, Península Ibérica e África, o Rio de Janeiro adotou posição de vanguarda, ao aprovar, em 7 de maio deste ano, o projeto de lei que cria a Semana Estadual de Doação de Leite Materno. A lei 6237/12, de autoria da deputada estadual Claise Maria Zito, prevê que a semana do dia 19 a 25 de maio seja reservada para a promoção da doação de leite, por meio de debates e palestras abertas a sociedade.

“A nossa providente preocupação com a vida humana, em especial com os bebês internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatais, cujas mães não são capazes de suprir, com seu próprio leite, as necessidades de seus filhos, nos levou a apresentar este Projeto de Lei, que tem como principal objetivo aumentar o número de doadoras e, com isso, minimizar o indíce de mortalidade infantil no Estado”, declarou a deputada que também preside a Comissão de Assuntos da Criança, do Adolescente e do Idoso da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

O coordernador da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, João Aprígio, vê a iniciativa como um passo importante em prol da doação: “o Rio de Janeiro conta com 18 Bancos de Leite Humano, dentre eles o do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), centro de referência para América Latina e Caribe. Somos um grande exemplo nacional para a política de Doação de Leite Materno. Contudo, atualmente, o quantitativo que arrecadamos supre apenas 55% dos leitos de UTI neonatal existentes. A Semana Estadual de Doação de Leite Materno será uma importante aliada nossa para mobilizar a sociedade”.

Para marcar a conquista, será realizada no próximo dia 21, às 14h, uma sessão solene no Plenário Barbosa Lima Sobrinho da Alerj. Além de autoridades das Secretarias Municipal e Estadual da Saúde, da Área Técnica da Saúde da Criança e do Aleitamento Materno, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), da Organização Panamericana de Saúde e do IFF, estarão presentes no plenário os coordenadores regionais e a Comissão Nacional da Rede Brasileira de Banco de Leite Humano.

Na ocasião, Claise Maria Zito irá enaltecer, por meio de moção oficial, órgãos que fazem a diferença no apoio à doação de leite materno: a Área Técnica de Saúde da Criança e Aleitamento Materno, do Ministério da Saúde, o Corpo de Bombeiro que coordena o Programa Amigo do Peito, o Centro Nacional de Referência da Rede Brasileira de Banco de Leite Humano IFF/Fiocruz e o Programa Iberoamericano de Banco de Leite Humano.

A atriz e humorista Maria Paula, escolhida para ser a madrinha da mobilização, completará a lista dos homenageados com moção. Por sua trajetória e militância em favor da amamentação, ela representará o coletivo de mulheres que, de forma solidária, doam leite materno para recém-nascidos que dele dependem como fator de sobrevivência.


Fonte: Jornal do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes